Apae de Pará de Minas realiza Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla

Pará de Minas em Destaque


No mês de agosto é que acontece a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. Celebrada entre os dias 21 e 28 de agosto, o objetivo da semana é promover um intenso debate de inclusão social e combate ao preconceito e discriminação das pessoas com deficiência. 

O tema deste ano é “Protagonismo empodera e concretiza a inclusão social” e chegou para reafirmar no contexto desse movimento, a importância da participação da família, em todos os processos de vida da pessoa com deficiência intelectual e múltipla.

Este ano, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla abordará aspectos como atividade física, inclusão no trabalho, vida sexual, direitos e educação das pessoas com deficiência intelectual e múltipla. Acontecem, ainda, apresentações culturais de diversas unidades da Apae em todo o Brasil.   

Em 2017 foi sancionada a Lei 13.585 de 26 de dezembro de 2017, que institui a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla nos dias 21 a 28 de agosto. A Federação Nacional das Apaes convocou todas as filadas e coirmãs a realizarem ações de incentivo em seus municípios e estados, convidando toda a sociedade a participarem dessa grande mobilização.

Mobilizada em torno da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, a Apae de Pará de Minas entende que o papel da família com relação ao protagonismo da pessoa em situação de deficiência é, antes de tudo, aceitar e compreender esse indivíduo e apoiá-lo no que for possível para que ele faça suas escolhas e altere seus planos, caso seja necessário. É fundamental, no entanto, não interferir de forma arbitrária em sua vida, para não cercear seu protagonismo e sua autonomia nas tomadas de decisão.

Maria Mônica Perpétua Rodrigues, membro do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência falou sobre a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla que este ano será diferente devido a pandemia da Covid-19, o novo coronavírus:

“Esse ano vai ser um pouco diferente, vai ser transmito pelas rádios e pela TV Integração de forma que as pessoas possam participar e de repente até atinge um público maior dessa Semana de Conscientização da Pessoa com Deficiência”.

Durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2020, além da Federação Nacional das Apaes, diversas Apaes e Federações Estaduais promovem uma vasta programação de eventos, debates e lives sobre o tema da Semana, “Protagonismo Empodera e Concretiza a Inclusão Social”. A programação da Apae de Pará de Minas é a seguinte:

Nesta segunda-feira, 24 de agosto, às 18h40 no Jornal Integração da TVI haverá participação da presidente da Apae, Silvia Lima e da gerente de assistência social Lucirene Santos. Elas vão falar sobre o trabalho realizado na instituição, o colóquio e a programação da Semana Nacional da pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla.

Nesta terça-feira, 25 de agosto, no Jornal Integração da TVI haverá participação da coordenadora da reabilitação intelectual do centro Especializado em reabilitação (CER III) DA Apae de Pará de Minas, Aline Oliveira. Ela vai falar sobre as pessoas em situação de deficiência e suas possibilidades.

Na próxima quarta-feira, 26 de agosto, às 14h, Rádio Santa Cruz, haverá participação de pessoas em situação de deficiência no programa “Tem Hora Pra Tudo” com Fernando César. Às 18h40, no Jornal Integração da TVI haverá participação do presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Lecyandro Silva. Ele vai falar sobre a Escola Especial e seus desdobramentos sociais. Na quinta-feira, 27 de agosto, às 19h45, no encerramento da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla vai acontecer um colóquio online na TVI com participação de pessoas em situação de deficiência contando suas histórias de sucesso na vida pessoal e profissional que será realizado em conjunto com o Conselho Municipal de defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência.