Polícia Civil abre inquérito para apurar extração ilegal de minério de ferro em Onça de Pitangui

Plantão Policial

A Polícia Civil informou na última quinta-feira (14) que abriu um inquérito para apurar exploração e extração ilegal de minério de ferro em uma região montanhosa no limite dos municípios de Onça de Pitangui e Pequi. Dois suspeitos de 24 e 28 anos, que são irmãos, foram presos em flagrante nesta semana após uma denúncia.
Após ser informada da atividade ilegal, a equipe da Polícia Civil de Pará de Minas foi até o município de Onça de Pitangui na última terça-feira (12) e descobriu a área onde a extração mineral irregular ocorria. Os investigadores também viram um caminhão carregado deixando o local.
No momento da abordagem, um indivíduo que operava uma escavadeira, para não ser responsabilizado criminalmente, apresentou aos policiais um documento da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad-MG), que autorizava uma pequena intervenção no local para formação de uma pastagem. Porém a Polícia Civil, após averiguações, constatou que a atividade exercida era, na verdade, a extração mineral.
Ainda no momento da abordagem, outras duas carretas que seriam carregadas com material retirado da serra, que é ambientalmente protegida, chegaram ao local e os motoristas foram surpreendidos com a presença dos policiais.Segundo a Civil, os materiais extraídos eram transportados para uma planta de britagem em Itaúna, onde era separado, beneficiado e transformado em minério de ferro.
Os dois proprietários do empreendimento foram presos em flagrante pelo crime de extração mineral sem autorização, além de diversos delitos ambientais pela intervenção em local protegido. Eles foram levados para o Sistema Prisional e as investigações seguem em andamento.